É comum encontrar na empresa aquele colega mais mal humorado, ou nós mesmos termos alguns dias em que não estamos com o melhor dos ânimos. Lidar com o mau humor no trabalho é algo corriqueiro, porém quando se torna frequente, inviabiliza a convivência e prejudica a qualidade das tarefas.
A situação fica um pouco pior quando se trata de colaboradores que lidam diretamente com o público. Essas pessoas representam aimagem da organização, então quando não estão nos melhores dias, acabam afetando de maneira muito negativa a percepção do cliente.
Neste post, vamos dar algumas dicas para lidar com funcionários mais rabugentos. Se você enfrenta esse problema frequentemente, com certeza este post vai ajudar. Acompanhe!

Quais são as possíveis causas do mau humor no trabalho?

Diversas razões podem provocar uma postura menos aberta dentro do ambiente de trabalho.
Algumas situações são pontuais e específicas. Como por exemplo, problemas pessoais, um cliente mais difícil ou uma questão no próprio trabalho difícil de resolver e que está gerando preocupação e estresse.
Outro gatilho que pode causar o mau humor é a qualidade de relacionamento com os colegas. Quando o colaborador não se sente à vontade ou precisa lidar com uma liderança difícil, é natural que ele fique mais desmotivado e mal-humorado.
Insatisfação com o trabalho também é um forte motivador de um comportamento menos entusiasmado. Se o funcionário recebe umsalário baixo, lida com excesso de demandas, ou está desgastado pela pressão ou rotina, certamente não terá uma postura muito receptiva na empresa.
É comum vermos pessoas que enxergam o emprego como um verdadeiro fardo.
A questão pode ser ainda mais profunda. O mau humor é um dos sintomas da distimia, uma forma crônica de depressão que afeta cerca de 3% da população mundial.
distimia tem sintomas mais leves que a depressão profunda, até mesmo por isso não é diagnosticada tão facilmente. Porém, a pessoa sofre com a falta de energia constante, excesso de crítica e autocrítica, e incapacidade de enxergar o lado positivo das emoções. Claro que, com esse diagnóstico, o mau humor é algo comum para quem sofre dessa doença.

Como ajudar na criação de um ambiente mais leve e descontraído?

Embora o mau humor seja algo muito particular ― cada colaborador apresenta comportamentos diferentes sob as mesmas condições ― mas a empresa pode tomar algumas providências para evitar o problema e tornar o ambiente mais agradável. Selecionamos aqui algumas dicas que vão ajudar neste trabalho:

1. Crie espaços para relaxamento

excesso de trabalho e cobrança pode gerar um alto nível de estresse e consequentemente, mau humor. Para evitar, crie espaços de relaxamento dentro da empresa, como salas de descompressão.
Para que tragam o efeito desejado, essas salas devem ser agradáveis. Para isso, aposte em uma iluminação mais baixa, pufes e poltronas que ofereçam o máximo de conforto.
Um curto período de tempo passado nesse local pode fazer toda a diferença no estado de relaxamento do profissional, fazendo com que ele retorne ao trabalho mais tranquilo, disposto e bem humorado.

2. Tenha atenção com a demanda de trabalho

O excesso de tarefas pode deixar até mesmo o colaborador mais entusiasmado bem cansado e indisposto. Fique atento ao volume de trabalho com que cada funcionário precisa lidar.
A qualquer sinal de excesso, como horas extras e profissionais que precisam das folgas para concluir as tarefas, reavalie a carga de atividades e a possibilidade de novas contratações.

3. Cuide do clima organizacional

Um clima organizacional positivo ajuda muito a combater o mau humor e aumenta a sensação de bem-estar durante o expediente.
Para isso, é importante treinar a liderança para uma abordagem mais empática e cuidadosa. Um gestor autoritário, que exagera nas cobranças e não sabe lidar com sua equipe, deixa o clima tenso e prejudica a qualidade do trabalho.
A relação com os colegas também é importante. Para melhorar esse ponto, promova tarefas de integração que ajudem na criação deequipes sólidas. Isso vai aumentar a sensação de pertencimento entre os funcionários e auxiliar na construção de um clima organizacional favorável.

4. Crie programas de valorização da qualidade de vida

local de trabalho é onde os profissionais passam a maior parte do seu dia, convivendo mais com os colegas do que com a própria família e amigos.
Por isso, é tão importante oferecer qualidade de vida nesse ambiente. Esse cuidado vai deixar os colaboradores mais bem humorados e motivados.
Para isso, invista em benefícios complementares, incentive a prática de exercícios, cuide da ergonomia do local, promova o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, e mantenha o local limpo e organizado.

5. Ouça as pessoas e aceite as diferenças

Um bom líder consegue lidar com todas as pessoas da equipe, mesmo que elas sejam bem diferentes entre si.
O gestor competente sabe que essas divergências são importantes para trazer inovação e criatividade no ambiente laboral.
Da mesma maneira, o líder deve estar disposto a ouvir todas as pessoas, abrindo espaço para suas ideias e sugestões. Também deve administrar possíveis conflitos entre os funcionários.

O estado de humor é influenciado pela percepção que as pessoas têm em relação ao que acontece em suas vidas, seja no âmbito profissional ou pessoal.
Claro que questões individuais muitas vezes são levadas para o trabalho, afinal por mais que a pessoa saiba a importância de separar os dois aspectos, é inegável que um acabe influenciando o outro.
Muitas vezes, o colega mal humorado não se enxerga dessa maneira. Vale então, por meio de uma conversa, tentar conscientizá-lo e até mesmo entender se algum problema está provocando o comportamento. Disponibilizar ajuda psicológica é interessante, abrindo espaço para que o funcionário consiga se abrir sem temer consequências no trabalho.
Por mais que esse tipo de comportamento possa afetar a qualidade do ambiente, muitas vezes o mau humor no trabalho é apenas uma fase, que pode ser superada.